Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa

18/08/2016 às 16:17
MORADORES DO POMAR DO CARMO VIVEM DESCASO

     O bairro Pomar do Carmo precisa de uma série de melhorias como iluminação pública, água encanada, rede de esgoto, asfalto entre outras necessidades. Estes problemas são reivindicados pelos moradores há anos segundo alguns que contaram os problemas que enfrentam diariamente, mas por medo e receio de represálias não quiseram se identificar.

     As ruas do bairro possuem energia elétrica, pelo menos aquelas em que a reportagem do jornal Acontece percorreu, o problema é que em várias destas ruas não há continuidade, ou seja, não tem iluminação e não é por falta de lâmpada, é pela ausência dos ativos de iluminação (toda a estrutura fixa no poste como, por exemplo, os reatores). Outro problema é a falta de saneamento. Os moradores utilizam-se de água de poço, inclusive para a parte de alimentação, e depois esta água deve ser tratada pelos próprios moradores. Aquele trabalho que deveria ser realizado pela Administração Pública não tem acontecido.

      Um dos moradores conta que adquiriu o imóvel para passar os finais de semana, uma vez que a cidade é tranquila, mas com o passar do tempo optou em morar definitivamente e há três anos é munícipe, mas a vontade é de ir embora por causa das inúmeras dificuldades que o bairro possui e o relato que faz torna-se um desabafo. “Não tem luz é uma vergonha. Não tem saneamento, água de poço. A gente fica desanimado. Mora a poucos quilômetros de São Paulo e é um descaso. Entra um e sai outro e nada muda. Se a prefeitura não faz o básico, imagina a iluminação”.

     Outro morador cita os casos em que constam no site da transparência municipal, verbas liberadas para pavimentação em bairros que ainda são de terra e reforça a importância da população reivindicar seus direitos, ainda que, possuem medo de sofrer com represálias. “Fora o planejamento de asfalto. Veio verba, mas que o dinheiro não é implantado. O povo tem que ficar em cima porque uma hora a coisa funciona”, indaga.

 

    Até o fechamento desta edição, a secretaria de comunicação não havia respondido os questionamentos realizados pelo jornal.

Veja mais sobre Cotidiano [+ notícias]

Edição Atual


Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!