Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa

11/08/2016 às 10:02
AGRICULTURA AINDA É FORTE FONTE DE RENDA NA CIDADE

     O dia do agricultor é comemorado no dia 28 de julho. A data foi criada em 1960, por ocasião da fundação do Ministério da Agricultura, pelo então presidente da República, Juscelino Kubitschek. Pertencente ao setor primário da economia, a agricultura é o maior produto comercializado na cidade, embora haja outros setores. Boa parte da produção de hortaliças cultivadas por aqui abastece cidades da região do Alto Tietê, Vale do Paraíba e Capital.

     Hiromi Makiyama é um dos maiores produtores de folhas da cidade e um dos mais antigos. Ele conta que começou na época em que a cidade tinha uma cooperativa e está no ramo desde 1970. Recebeu de seus pais o gosto pela plantação e cultivo e hoje, passa para as filhas e genro dar continuidade neste processo. Mesmo com o processo de mecanização e modernização, o agricultor mantém seu espaço no mercado devido tamanha importância na casa dos brasileiros.

    Makiyama explica que na década de 60 e 70, o maior consumidor pertencia ao do Estado do Rio de Janeiro, e entre os produtos, a batata teve grande destaque e depois perdeu espaço e com o tempo não teve mais necessidade de ter a cooperativa. Atualmente, a referência da cidade é a folha por ocasião da logística com os grandes centros de distribuição.

   Com uma área de 28 alqueires e aproximadamente 200 funcionários, o agricultor conta que é necessário passar por atualizações constantes não somente neste ramo, mas em todos, pois a tecnologia é muito positiva, mas não pode cometer erros porque o custo é alto, embora o erro traga conhecimentos.

 

    A maior parte da produção, cerca de 99% dos produtos são comercializados fora da região. O agricultor explica que não trabalha com os vendedores como costuma ser, mas a procura por seus produtos ocorrem de maneira espontânea por parte de supermercados fora da região do Alto Tietê, sobretudo de Mogi das Cruzes. “Quando você fornece para supermercado é mais fácil quando você é convidado ao invés de quando você oferece. Geralmente eles querem promotores e eu não tenho vendedores”, relata.

Veja mais sobre Geral [+ notícias]

Edição Atual


Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!